sábado, 31 out 2020
Publicidade

Homem sofre insultos homofóbicos e é espancado a pauladas em Rondônia

Caso ocorre um ano após o STF permitir a criminalização da homofobia e transfobia no país. Até setembro, o estado ainda não havia registrado crimes do tipo

Um homem foi agredido por três pessoas com socos, pontapés e um pedaço de madeira na noite desta sexta-feira (9) em Governador Jorge Teixeira, município de Rondônia. De acordo com uma amiga da vítima, que estava com ele momentos antes das agressões, homens haviam criticado o rapaz em uma lanchonete por ele ser homossexual.

Após as agressões, uma viatura do 8º Batalhão de Polícia Militar foi acionada para comparecer na Avenida Pedras Brancas, onde havia uma pessoa caída ao solo, sangrando. Policiais então chamaram uma ambulância e a vítima foi levada ao Hospital Municipal de Jorge Teixeira.

De acordo com a amiga da vítima, as agressões teriam ocorrido enquanto ela deixava as filhas em casa após a ida dos dois à lanchonete. Na volta, ela encontrou a vítima caída na avenida sangrando.

A Polícia Militar fez o registro da ocorrência e os acusados serão investigados. Caso os fatos sejam confirmados, os envolvidos deverão responder pelos crimes de agressão dolosa e homofobia. As informações foram compartilhadas pela mídia local, como o portal Rondônia ao Vivo.

O caso ocorre um ano depois do Supremo Tribunal Federal (STF) permitir que atos preconceituosos contra homossexuais e transexuais sejam enquadrados no crime de racismo. Até setembro deste ano, no entanto, Rondônia ainda não havia registrado boletins de ocorrência com esse tipo de crime, segundo apontou um levantamento do Jornal Nacional.

Luisa Fragão
Luisa Fragão
Jornalista.