domingo, 27 set 2020
Publicidade

Pressionado pela empresa, dono de posto retira faixa atacando Lula, mas promete instalar outra

Já há alguns anos que o proprietário de uma unidade da rede de postos “Ipiranga” em Ribeirão Preto (SP) mantém erguidas faixas atacando Dilma, Lula e o PT. Após uma petição propondo boicote ao posto na internet, empresa obrigou o dono a retirar a faixa mais recente, mas ele garante que colocará outra

Por Redação

Mais de 7.500 internautas assinaram, ao longo desta semana, uma petição que propõe um boicote a uma unidade da rede de postos de combustíveis Ipiranga em Ribeirão Preto, interior de São Paulo, por conta da instalação de uma faixa que ataca o ex-presidente Lula.

“Vai, Lula, deixa de ser chorão, pai do mensalão, petrolão e corrupção. De carona no camburão vai pro cadeião!!!”, estampava a faixa.

A petição fez efeito. Dois dias após sua divulgação, a rede Ipiranga, de acordo com um dos organizadores do protesto que mora na região, pressionou o proprietário do estabelecimento a retirar a faixa. E assim foi feito.

“Esse tipo de ação, se estimulada, só contribui para a violência política, o desrespeito às instituições e o ódio entre as pessoas”, disse Galeno Amorim, jornalista que vive na cidade e que ajudou a organizar a petição.

O dono na unidade, no entanto, prometeu colocar em breve uma nova faixa – contou Galeno.

Outro morador da cidade que conhece o posto comentou na primeira matéria da Fórum denunciando a exposição da faixa. De acordo com o leitor, o proprietário “não liga para corrupção”.

“Sou de Ribeirão Preto e já abasteci neste posto. Perguntei para o frentista o motivo destas faixas com Lula e não com Temer, visto que foi na semana que saiu a história do cheque. O frentista ,sem graça, respondeu que o dono não liga pra corrupção. O problema é o PT. Trágico”, escreveu.

A reportagem da Fórum tentou contato com a rede de postos Ipiranga e com o proprietário do estabelecimento mas não obteve retorno.

 

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.