Fórum Educação
08 de janeiro de 2020, 06h24

Aiatolá diz que ataques contra bases militares dos EUA são “tapa na cara”: “Vingança é diferente”

As declarações do líder iraniano, aiatolá Ali Khamenei, rebatem o presidente dos EUA, Donald Trump, que em tuíte na noite desta terça-feira (7) disse que após os ataques às bases militares "tudo está bem".

O aiatolá iraniano, Ali Khamenei (Agência Sputnik)

O líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, afirmou nesta quarta-feira (8) que os ataques às bases militares de Al-Asad e de Irbil são apenas um “tapa na cara” dos Estados Unidos e seriam insuficientes para vingar a morte do general Qassem Soleimani, assassinato a mando de Donald Trump na noite de quinta-feira (2).

“Por enquanto, os americanos receberam um tapa, a vingança é uma questão diferente”, disse Khamenei, enfatizando que “movimentos militares como esse não são suficientes”.

“A presença estimulante da corrupção dos americanos deve terminar”, disse o líder iraniano, segundo a agência de notíricas Fars.

Khamenei ainda elogiou os parlamentos do Irã e do Iraque. Os iranianos aprovaram projeto de lei que classifica o Exército estadunidense como organização terrorista. Já os iraquianos adotaram medidas para expulsão das forças armadas sob o comando de Donald Trump do país.

Trump
As declarações do líder iraniano rebatem o presidente dos EUA, Donald Trump, que em tuíte na noite desta terça-feira (7) disse que após os ataques às bases militares “tudo está bem”.

“Tudo está bem! Mísseis do Irã foram lançados em duas bases militares localizadas no Iraque. Estão sendo feitas avaliações sobre vítimas e danos causados. Por enquanto, tudo bem! Temos, de longe, as forças armadas mais poderosas e bem equipadas do mundo! Farei uma declaração amanhã de manhã”, disse o presidente estadunidense, que cancelou uma declaração à nação prevista para a noite de ontem.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum