Fórumcast #20
07 de julho de 2015, 14h37

Após referendo na Grécia, Fidel Castro saúda Tsipras pela “brilhante vitória política”

Hoje, decisões devem ser cuidadosamente elaboradas para que não se duvide da honestidade com a qual os "dirigentes responsáveis lutam", escreveu líder cubano

Hoje, decisões devem ser cuidadosamente elaboradas para que não se duvide da honestidade com a qual os “dirigentes responsáveis lutam”, escreveu líder cubano

Por Vanessa Martina Silva, do Opera Mundi

“O felicito [a Tsipras] calorosamente por sua brilhante vitória política”, diz a carta enviada pelo líder da Revolução Cubana Fidel Castro ao primeiro-ministro da Grécia, Alexis Tsipras, como informou um comunicado do gabinete do primeiro-ministro grego divulgado nesta segunda-feira (06/07), noticiado pela agência AFP. A saudação se deve à vitória do “não” no referendo que questionou os gregos sobre acatar ou não as medidas de austeridade impostas pelos credores da dívida.

O ex-presidente cubano, que em agosto completa 89 anos, disse que acompanhou todo o processo vivenciado pela Grécia pelo canal multiestatal TeleSur e ressaltou a familiaridade que os cubanos têm com a Grécia devido aos estudos em filosofia, artes e ciência da Antiguidade, além da Ciência Política.

Na última sexta-feira (03/07), Fidel fez uma nova aparição pública durante uma reunião com produtores de queijo no Instituto de Pesquisas da Indústria Alimentar, no sudoeste da capital de Havana.

Veja também:  VÍDEO: Gerente da Petrobras indicado por Bolsonaro pressiona trabalhadores para votar em assembleia da empresa

“Seu país, especialmente sua valentia na conjuntura atual, desperta admiração entre os povos latino-americanos e caribenhos deste hemisfério ao ver como a Grécia, diante das agressões externas, defende sua identidade e sua cultura”, afirmou Fidel.

O cubano também ressaltou que “na atual situação política do planeta, quando a paz e a sobrevivência de nossa espécie pendem por um fio, cada decisão, mais do que nunca, deve ser cuidadosamente elaborada e aplicada, de modo que ninguém possa duvidar da honestidade e da seriedade com a qual muitos dos dirigentes mais responsáveis e sérios lutam hoje para enfrentar as calamidades que ameaçam o mundo”.

A carta, datada de 5 de julho, termina desejando a Tisipras “o maior dos êxitos”.

Além de Fidel, outros líderes latino-americanos se pronunciaram sobre a vitória obtida pelo governo grego, como seu irmão, o presidente cubano Raúl Castro, a mandatária da Argentina, Cristina Kirchner, e os chefes de Estado de Venezuela, Nicolás Maduro, e Bolívia, Evo Morales.

(Foto: Estudio Revolución/Cubadebate)


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum