Bolsonaro ataca Greta Thunberg, de 16 anos, ao ser indagado sobre assassinato de indígenas: “Pirralha”

"A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí. Pirralha", disse Bolsonaro

Jair Bolsonaro resolveu atacar a ambientalista sueca Greta Thunberg, de 16 anos, em vez de dar explicações sobre as ações do governo federal na investigação dos assassinatos de dois caciques da tribo Guajajara no Maranhão. Ao ser indagado sobre o assunto, Bolsonaro atacou a garota, chamando-a de “pirralha”.

“Índio? Qual o nome daquela menina lá? De fora, lá? Greta. A Greta já falou que os índios morreram porque estavam defendendo a Amazônia. É impressionante a imprensa dar espaço para uma pirralha dessa aí. Pirralha”, disse Bolsonaro.

Greta se manifestou sobre o assassinato dos caciques nas redes sociais, dizendo que “os povos indígenas estão literalmente sendo assassinados por tentar proteger a floresta do desmatamento ilegal” e que é “vergonhoso que o mundo permaneça calado sobre isso”.

Nesta segunda-feira (9), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, se recusou a dar as mãos e participar do minuto de silêncio pelo assassinato dos indígenas durante encontro com organizações não governamentais na CP25, no Chile.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.