sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Câmara aprova destaque da Previdência que corta pensão de viúvas

“Crueldade”. Essa foi a palavra usada pela deputada federal Erika Kokay (PT-DF), nesta quinta-feira (11), para descrever a vitória do governo em um dos destaques da reforma da Previdência, que acaba com o direito a 100% do valor da pensão de viúvas e órfãos. Atualmente, o benefício é integral e não pode ser menor a um salário mínimo.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Segundo o texto aprovado pela Câmara, essa pensão pode ser de até 60% do valor que era recebido pela pessoa falecida, com um acréscimo de 10% para cada dependente adicional.

Quem também foi voto vencido e lamentou o resultado pelo Twitter foi a deputada federal Sâmia Bomfim (PSOL-SP): “A criminosa reforma da previdência possibilita o rebaixamento do valor das pensões por morte para menos de 1 salário mínimo. As viúvas que recebem esse benefício não podem ser consideradas privilegiadas”.

Por sua vez, a deputada federal Natália Bonavides disse que “na continuidade do debate da previdência, Câmara aprova a proposta que permite que as pensões para viúvas e órfãos sejam de menos de um salário mínimo. #ReformaInjusta é pouco. Reforma destruidora. Reforma comprada”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.