Campanha contra medida que legaliza grilagem de terras bomba nas redes

Greenpeace, MST, Ministério Público e partidos de oposição pedem que Câmara não aprove a MP 190, que pode incentivar desmatamento, facilitar roubo de terras públicas e beneficiar organizações criminosas

Oposição e sociedade civil pressionam o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para tirar da pauta do dia a apreciação da medida provisória (MP) 910/2019. Defendida por ruralistas, a medida regulariza terras ocupadas irregularmente no país.

Ambientalistas e o Ministério Público Federal (MPF) afirmam que a MP vai incentivar e facilitar o desmatamento, a grilagem (roubo) de terras e a lavagem de dinheiro, bem como beneficiar organizações criminosas que atuam nesta área. A medida está na pauta de votação desta terça-feira (12), mas a oposição tenta obstruir a apreciação da medida pelo plenário.

Uma campanha no Twitter contra a apreciação da MP colocou a hashtag #MP910Não entre as mais utilizadas na rede social durante a tarde desta terça (12). O Greenpeace, o MST e o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL-RJ), entre outros, se manifestaram.

A campanha conta com adesão até do MPF e procuradores de diversas regiões do país produziram um vídeo contra a medida. No vídeo, os procuradores falam sobre os “graves problemas que serão causados, principalmente na Amazônia, se o Congresso Nacional aprovar a Medida Provisória 910”. Eles detalham como a norma deve beneficiar organizações criminosas responsáveis por grilagem de terras, desmatamento ilegal, pistolagem e lavagem de dinheiro.

Com informações do Congresso em Foco

Avatar de Ricardo Ribeiro

Ricardo Ribeiro

Correspondente da Fórum na Europa. Jornalista e pesquisador, é mestre em Jornalismo e Comunicação pela Universidade de Coimbra e doutorando em Política na Universidade de Edinburgh. Trabalhou na Folha de S.Paulo, Agora e UOL, entre 2008 e 2017, como repórter e editor.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR