Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2012, 09h48

Chile propõe fortalecer a igualdade de gênero na América Latina

Imagem de Laura Albornoz,ministra do Serviço Nacional da Mulher do Chile

O governo do Chile afirmou nesta segunda-feira, 20, que se deve fortalecer a igualdade de gênero na América Latina e Caribe para que se ponha fim a violência e discriminação que afeta a mulher.

A ministra do Serviço Nacional da Mulher do Chile, Laura Albornoz, afirmou a jornalistas estrangeiros que a violência de gênero está fundamentada basicamente na desigualdade entre homens e mulheres, construída culturalmente, legitimada e reproduzida pela estrutura social.

Segundo informações da Organização Mundial de Saúde (OMS), sobre a violencia no mundo, cerca de 70% do caso de mulheres assassinadas, os homicidas são seus parceiros ou ex-parceiros.

Neste contexto, a ministra recordou que somente neste ano 53 mulheres haviam sidoassassinadas no Chile e que os casos se tratam da expressão da violência em relação aos seus parceiros.
O Chle, específicamente em Santiago, sediara a XXXIV Assembleia de Ministras e Delegadas da Comissão Interamericana da Mulher (CIM/OEA), entre os dias 10 a 13 de novembro.

(Com informações da Telesur)


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags