Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de abril de 2019, 19h43

Conhecida como “Moro de saias”, senadora Selma Arruda (PSL) tem mandato cassado

Apurações indicam que a equipe da parlamentar gastou o equivalente a R$ 1,2 milhão em verbas de origem suspeita

Foto: Pedro França/Agência Senado

Sob a acusação de abuso de poder econômico e caixa dois, a senadora Selma Arruda (PSL-MT) e seus dois suplentes tiveram seus mandatos cassados, por unanimidade, pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A parlamentar poderá recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sem deixar o cargo.

O Ministério Público Eleitoral já havia solicitado à Justiça Eleitoral, em fevereiro, que cassasse o diploma de Selma e que fossem marcadas novas eleições para o cargo dela. Apurações indicam que a equipe da senadora gastou o equivalente a R$ 1,2 milhão em verbas de origem suspeita.

Juíza aposentada

Juíza por 22 anos, ela se aposentou em 2018. Nessa mesma época se filiou ao PSL, partido de Jair Bolsonaro. Em Mato Grosso foi a mais votada, com 24% dos votos válidos.

Selma fez parte da Operação Sodoma, que prendeu o ex-governador Silval Barbosa (MDB) e outros políticos, e foi responsável pela decisão que o condenou a 13 anos e 7 meses de prisão, em 2017. Por sua atuação no caso, ficou conhecida como “Moro de saias”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum