Fórumcast, o podcast da Fórum
11 de novembro de 2016, 10h30

Contra a PEC 55, ruas e estradas de São Paulo amanhecem bloqueadas

Com interdições em diversos pontos do estado, movimentos alertam para riscos de congelamento dos investimentos públicos e conclamam população para lutar por seus direitos

Por RBA

Movimentos populares fazem manifestação em diversos pontos da capital paulista e em rodovias do estado desde o início da manhã de hoje (11). Bloqueios e trancamentos de vias públicas são parte do dia nacional de paralisações convocados pelas frentes populares e centrais sindicais contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 55/2016 (antiga PEC 241 na Câmara) que limita os gastos públicos nos próximos 20 anos à correção da inflação do ano anterior, que tramita atualmente no Senado.

Manifestantes bloquearam a Avenida João Dias, na zona sul da capital, onde um grupo ateou fogo a pneus e entulho. AVia Anchieta, que liga São Paulo ao litoral, foi bloqueada pelos manifestantes na altura do quilômetro 23, no sentido São Paulo. Segundo o MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) também foram bloqueadas a Regis Bitencourt, a Rodovia dos Bandeirantes e a Estrada de Itapecerica.

Na Via Dutra, que liga a capital paulista ao Rio de Janeiro, a pista expressa foi interditada no sentido São Paulo, próximo a Guarulhos. A interdição ocorre na altura do quilômetro 206 até o 210. Na Rodovia Anhanguera, na cidade de Sumaré (região de Campinas), moradores da ocupação Vila Soma fecharam a pista sentido interior – a Polícia Militar prendeu cerca de 20 pessoas que estavam a caminho do ato do MTST na Anhanguera. A maioria eram  mulheres.

Trabalhadores da Sabesp também aderiram ao Dia Nacional de Mobilização e paralisara atividades em diversos pontos da capital paulista – Centro, Mooca, Ipiranga e Consolação Itaquera, São Miguel, Casa Verde, Franco da Rocha e Vila Maria –, na grande São Paulo, como em São Bernardo do Campo, e também no interior, nas cidades de Taubaté, Pindamonhangaba, São José dos Campos, Itapetininga, Avaré, Itapeva, Presidente Prudente, dentre outros municípios.

No ABC paulista, a CUT, Marcha Mundial das Mulheres e o Sindicato dos Professores do ABC reuniram-se em São Bernardo do Campo para reforçar as manfestações contra a PEC.

Pelo país

Em Porto Alegre, nessa manhã, estudantes e militantes do MTST param Avenida do Bento Gonçalves em Porto Alegre. Estudantes da PUC-RS, que também ocupam o campus da universidade, bloquearam a Avenida Ipiranga, em Porto Alegre. Também estão previstas do MTST em outras cidades.

Na Bahia, centrais sindicais e movimentos populares bloqueiam a via de acesso ao Polo de Camaçari.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum