domingo, 20 set 2020
Publicidade

Coronavírus: Um milhão fica sem emprego na Califórnia

O governador da Califórnia, Gavin Newsom, revelou hoje que um milhão de pessoas pediu apoios de desemprego no Estado, nas últimas duas semanas. Com 3.155 infectados e 65 mortes, a Califórnia é o terceiro estado mais atingido pelo coronavírus nos EUA e adotou regras de isolamento.

As demissões estão ligadas a novos regimes de lay-off e redução de horários adotados por diversas empresas desde o início da pandemia.

Os bancos californianos aceitaram prolongar o prazo para o pagamento de aluguel e adiaram os despejos pendentes. Mesmo antes da crise, milhões de residentes já apresentavam dificuldades para arcar com o custo de vida cada vez mais elevado no Estado.

Os EUA já são o terceiro país do mundo com mais casos e registram até o momento mais de 62 mil infectados e 869 mortes. Nova York é o epicentro, com 33.066 casos e 310 mortes.

Ricardo Ribeiro
Ricardo Ribeiro
Correspondente da Fórum na Europa. Jornalista e pesquisador, é mestre em Jornalismo e Comunicação pela Universidade de Coimbra e doutorando em Política na Universidade de Edinburgh. Trabalhou na Folha de S.Paulo, Agora e UOL, entre 2008 e 2017, como repórter e editor.