Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de janeiro de 2020, 14h40

Cristina Kirchner volta a assumir a presidência da Argentina depois de 4 anos e 2 meses

Cristina volta à presidência durante viagem internacional de Alberto Fernández a Israel. O argentino será o único chefe de Estado latino-americano que participará do Foro em Memória ao Holocausto

Cristina Kirchner e Alberto Fernández, após assinarem a ata na qual ela reassumiu a presidência da Argentina (Foto: reprodução YouTube)

Ela voltou. Após tomar posse como vice-presidenta da Argentina, Cristina Kirchner, volta a ocupar pelos próximos quatro dias, o escritório principal da Casa Rosada que foi seu durante oito anos – entre 2007 e 2015.

O interinato de Cristina ocorre a partir desta terça-feira (21) durante a viagem internacional do presidente Alberto Fernández a Israel, que se estenderá até sexta-feira (24). O argentino será o único chefe de Estado latino-americano que participará do Foro em Memória ao Holocausto, que reunirá outros dirigentes políticos de todo o mundo.

Durante o evento, Fernández deverá ter diversos encontros bilaterais. Ao menos dois já estão assegurados, segundo a chancelaria argentina, com os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e da França, Emmanuel Macron. Também estão confirmados os encontros com os dois anfitriões israelenses, o presidente Reuven Rivlin e o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu.

A presidência interina de Kirchner não será a primeira neste mês, já que na próxima semana, mais precisamente no dia 30 de janeiro, Fernández viajará a Roma para se encontrar com o Papa Francisco.

Cristina ficou quatro anos e dois meses longe da cadeira onde voltou a se sentar hoje. Ela terminou seu mandato em dezembro de 2015, quando o adversário político Mauricio Macri assumiu o poder. Em dezembro de 2019, quatro anos depois, ela voltou ao poder como vice-presidenta, na chapa que elegeu seu aliado peronista Alberto Fernández como novo mandatário.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum