Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de junho de 2016, 16h06

Do Tocantins, rede vende “bebês brancos e saudáveis” pela web

Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (16) uma operação que investiga uma associação de tráfico internacional de crianças com sede em Palmas. Seis foram levados em condução coercitiva. Esquema acontece também no interior de São Paulo

Por Redação

Está sob investigação, em Palmas (TO), uma rede que intermediava a adoção de crianças de origem estrangeira na internet. Para a Polícia Federal, que deflagrou a operação “Fontana de Trevi” nesta quinta-feira (16), o esquema estaria ligado ao tráfico internacional de crianças. Foram efetivados, nesta manhã, cinco mandados de busca e apreensão e seis foram levados em condução coercitiva.

De acordo com a delegada Janaína Gadelha, que concedeu entrevista coletiva sobre a operação, as investigações começaram com a apuração de atividade da associação criminosa na internet através de um site – que já foi retirado do ar – e pelas redes sociais. A rede criminosa se posicionava como instituição sem fins lucrativos, que atuava na intermediação da adoção de crianças de origem estrangeira, oriundas de países que ainda não ratificaram a convenção de Haia de 1993, como determina a legislação nacional. Esses países são Rússia, Quirguistão e Líbano.

“Ela arregimentava famílias interessadas em adotar uma criança de origem europeia basicamente. Isso era o que se apresentava no site. As pessoas interessadas pagavam uma taxa para ter acesso aos dados da associação e ali começavam os trâmites no intuito de adotar”, explicou a delegada, que informou ainda que o principal chamariz do site era a propaganda de venda de “bebês brancos com aparência saudável”.

A operação desta quinta-feira faz parte de uma investigação ainda maior, que cumpriu mandados de busca e apreensão também em Ourinhos, no interior de São Paulo

De acordo com a PF, o nome da operação faz alusão à lenda que envolve a Fonte dos desejos em Roma, na Itália, em que se sugere que os desejos daqueles que nela jogassem uma moeda se realizariam. Na investigação em curso, a instituição se dispunha a realizar o sonho da adoção daquelas famílias que a ela entregasse valores, como uma “fonte dos desejos”.

Foto: Reprodução

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum