Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de agosto de 2014, 09h18

Egito pede novo cessar-fogo em Gaza

Acordo incluiria fim do bloqueio ao território para permitir a entrada de ajuda. Desde julho o conflito já deixou mais de 2 mil mortos e 100 mil desabrigados na região.

Acordo incluiria fim do bloqueio ao território para permitir a entrada de ajuda. Desde julho o conflito já deixou mais de 2 mil mortos e 100 mil desabrigados na região

Por Redação

O Egito, que atua como mediador no conflito entre Israel e Palestina, pediu um cessar-fogo por tempo indeterminado em Gaza, propondo a israelenses e palestinos que retomem as negociações. A informação foi divulgada por meio de um comunicado do Ministério das Relações Exteriores do Egito no último fim de semana, após reunião entre o presidente palestino Mahmoud Abbas e o presidente egípcio Abdel-Fattah el-Sissi.

O acordo incluiria o fim do bloqueio ao território para permitir a entrada de ajuda e material de construção e adiaria os pontos mais controversos, que impediram até agora um período de trégua mais duradouro. Os palestinos, incluindo o movimento Hamas, que controla a região, estão dispostos a aceitar as condições propostas temporariamente, caso Israel também aceite.

Um cessar-fogo anterior em Gaza fracassou em 19 de agosto, quando os mediadores não conseguiram chegar a um consenso entre as duas partes. Mais de 2.090 palestinos, incluindo cerca de 500 crianças, foram mortos desde o início do conflito, em 8 de julho. Israel perdeu 64 soldados e quatro civis. A guerra provocou destruição generalizada em Gaza, deixando mais de 100 mil pessoas desabrigadas.

Foto de capa: Xinhua / Yasser Qudin / Télam


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum