Em Macapá, não falta luz em condomínios de luxo, diz revista

Estado passa por rodízio de fornecimento de energia desde que um gerador explodiu

O apagão no Amapá, que entra neste sábado (14) em seu 12º dia consecutivo, não tem afetado moradores de condomínios de luxo de Macapá, a capital do estado. O privilégio foi constatado pelo jornalista Ulisses Campbell, da revista Época.

O estado sofre restrições e mesmo interrupções do fornecimento de energia desde a explosão de um gerador, no último dia 3 de novembro. O abastecimento foi parcialmente retomado, mas com imposição de um rodízio, em que a energia vai e vem teoricamente de seis em seis horas.

No entanto, nesses residenciais de classe alta os moradores não sofrem a mesma restrição. A reportagem da revista visitou três deles em diferentes horários durante dois dias. Em nenhuma das vezes estava faltando eletricidade nesses locais.

Como justificativa para o fornecimento ininterrupto de luz para esses condomínios, a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) informou à Época que eles estão próximos de hospitais. Como esses estabelecimentos estão sendo poupados do corte de energia, os moradores daqueles conjuntos acabariam sendo beneficiados.

A reportagem descreve que, de fato, nas proximidades dos condomínios há Unidades de Pronto Atendimento, hospitais particulares e o Hospital Universitário.

Avatar de Fabíola Salani

Fabíola Salani

Graduada em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo. Trabalhou por mais de 20 anos na Folha de S. Paulo e no Metro Jornal, cobrindo cidades, economia, mobilidade, meio ambiente e política.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR