Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2012, 09h48

Feministas querem mais verba orçamentária para programas destinados à mulher

O fortalecimento de ações voltadas para o combate à violência doméstica, para a saúde da população negra e o 2º Plano Nacional de Políticas para as Mulheres (PNPM) estão entre as principais reivindicações contidas no documento que o Centro Feminista de Estudos e Assessoria (Cfemea) entregou à bancada feminina da Câmara. O documento contém sugestões de emendas ao Projeto de Lei Orçamentária Anual 2009.

Segundo a autora do estudo, a economista Gilda Cabral, 36 programas que integram o Orçamento Mulher na Lei Orçamentária 2009 tiveram verbas reduzidas. “É um elenco de ações que o governo diz que é ótimo, faz campanha na televisão, mas na hora do Orçamento não tem dinheiro”, conta.

“Você chega no fim do ano e o governo não executou nem 60% do orçamento autorizado. Não dá para em um mês implantar um bem estar tão importante da população”, explica Gilda.

Para ela, o orçamento não é só coisa de economista. A população pode e deve participar ativamente

“Até o dia 14 deste mês [é possível participar] entrando no site da Câmara dos Deputados e propondo uma emenda. Não é possível saber se o recurso vai sair, mas pelo menos você como cidadão vai poder participar e acompanhar os gastos do governo”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags