Fura-fila: enfermeira grava empresários tomando vacina contra a Covid-19

Pessoas que não estão na lista prioritária teriam pago R$ 600 para receber o imunizante

Uma servidora da saúde de Belo Horizonte gravou o momento em que empresários são vacinados por uma gente de saúde na garagem de uma empresa de ônibus de Belo Horizonte (MG).

Reportagem da revista Piauí revelou que empresários de Minas Gerais compraram doses do imunizante da Pfizer e foram vacinados contra a Covid-19 às escondidas na garagem da empresa de transportes Saritur.

A trabalhadora da saúde, que conversou com o R7, mas não quis se identificar, confirmou que gravou o vídeo na terça-feira (23), por volta das 21h.

De acordo com relato, uma amiga ligou e perguntou se estava acontecendo vacinação na terça à noite, o que ela negou. A amiga, então, a convidou para que ela fosse até a sua casa “para ver uma coisa”.

Ao chegar na casa da amiga, ela conseguiu flagrar, com um aparelho de celular, o momento em que uma agente de saúde retira alguma coisa do porta-malas de um carro e, posteriormente, aplica doses nos braços das pessoas presentes no local.

A mulher chamou a Polícia Militar para denunciar e, depois dela, outros moradores da região também denunciaram via 190.

De acordo com o boletim, a mulher afirmou que havia cerca de 25 carros dentro da garagem e que uma mulher de jaleco branco aplicava as doses, inclusive em crianças.

Segundo a revista Piauí, cerca de 50 pessoas foram vacinadas na garagem da empresa de ônibus Saritur e as aplicações teriam custado R$ 600 por pessoa.

Para ver o vídeo, clique aqui.

Com informações do R7 e da revista Piauí.

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).