Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de novembro de 2016, 17h34

Garotinho: “O Globo recebeu R$ 2 bilhões do Cabral”

“Não há outro estado no Brasil onde tenha havido tanta corrupção como no Rio de Janeiro”, disse o ex-governador. Assista o vídeo.

Por Brasil 247

Poucos dias antes de ser preso pela Polícia Federal, sob acusação de usar dinheiro público para compra de votos nas eleições municipais de Campos, o ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho (PR) fez uma uma grave acusação contra o jornal O Globo, da família Marinho.

Garotinho disse que o jornal carioca recebeu R$ 2 bilhões durante a gestão do ex-governador Sérgio Cabral (PMDB), também preso pela Polícia Federal, mas no âmbito da operação Lava Jato, sob acusação de receber entre R$ 200 mil e R$ 500 mil em propinas mensais de empreiteiras que obtiveram contratos com o governo do Estado.

“Não há outro estado no Brasil onde tenha havido tanta corrupção como no Rio de Janeiro. Querer dizer agora, como O Globo vem tentando insinuar, que recebeu só no período de Cabral 2 bilhões de reais em propaganda, que tudo em culpa da crise internacional e da queda do petróleo, não é não”, disparou Garotinho.

Se você está gostando desta matéria, apoie a Fórum se tornando sócio. Pra fazer jornalismo de qualidade nós precisamos do seu apoio

“Os três principais motivos dessa situação que o Rio foi parrar no fundo poço foram três motivos. primeiro foi a farra dos incentivos fiscais. Foram mais de R$ 180 bilhões que o Cabral deu de incentivos fiscais. Em segundo lugar, a farra dos precatórios. A Assembleia autorizou o governo do Estado a receber impostos através de dívidas. E o terceiro ponto, que também é muito grave foi excesso de terceirização”, afirmou.

Assista ao vídeo:


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum