Globo demite “repórter secreto” do Fantástico e José Hamilton Ribeiro

Veteranos saíram em mais uma onda de cortes iniciada nas últimas semanas devido a uma crise na emissora, que tem enfrentado os piores índices de ibope

Publicidade

Em mais uma onda de cortes iniciada nas últimas semanas, a Rede Globo demitiu dois veteranos da empresa: Eduardo Faustino, conhecido como “repórter secreto” do “Fantástico“, e José Hamilton Ribeiro. Ambos foram desligados nesta quinta-feira (25).

De acordo com o Splash, do UOL, as demissões foram amigáveis e causaram grande comoção na empresa. Ribeiro estava há mais de 40 anos no jornalismo da Globo e teve passagens pelo “Fantástico”, “Globo Repórter” e “Globo Rural”.

Publicidade

Na década de 1960, o jornalista perdeu a perna após pisar em uma mina terrestre durante a Guerra do Vietnã. Entre as principais reportagens dele estão na “Trilha da Onça”, “Um passeio pelo Vietnã”, “O ciclo do tropeirismo”, “O trabalho dos índios bakairis” e uma investigação científica no Rio Paraguai.

Já Faustini era repórter investigativo do “Fantástico” e nunca mostrou o rosto na televisão. Ele estava na emissora desde 1996 e era responsável pela série “Cadê o dinheiro que estava aqui?”, exibida pelo Fantástico desde 2014, com denúncias sobre corrupção e desvio de impostos.

Publicidade
Publicidade

Segundo o colunista do Splash Guilherme Ravache, a Globo tem enfrentado os piores índices de ibope e o menor lucro líquido.

No primeiro semestre de 2021, fechou com um prejuízo de R$ 144 milhões. O número representa uma piora de 122% em relação a 2020, quando a empresa teve um prejuízo de R$ 51 milhões no mesmo período. Por isso, tem cortado profissionais mais antigos, ou seja, com salários mais altos.

Publicidade
Publicidade

Notícias relacionadas

Avatar de Carolina Fortes

Carolina Fortes

Repórter colaborativa no site Emerge Mag e antiga editora-assistente no site da Jovem Pan. Ex-repórter no site Elástica. Formada em jornalismo e faz a segunda graduação em Letras na Universidade de São Paulo (USP). Acredita no jornalismo como forma de impacto social e defende maior inclusão e representatividade.