No rastro do crime ambiental nas praias do Nordeste
28 de novembro de 2015, 09h07

Gregório Duvivier: “Eu tenho pé de maconha em casa. Por que não me prendem?”

Em sua fala durante debate com o coletivo antiproibicionista "Quebrando o Tabu", o humorista ironizou o fato de que há mais de um ano afirma que cultiva maconha em casa e que até agora a polícia não bateu na porta de sua casa; "É porque sou branco, rico e moro no Rio de Janeiro (...) O crime no Brasil é ser pobre". Assista

Em sua fala durante debate com o coletivo antiproibicionista “Quebrando o Tabu”, o humorista ironizou o fato de que há mais de um ano afirma que cultiva maconha em casa e que até agora a polícia não bateu em sua porta; “É porque sou branco, rico e moro no Rio de Janeiro (…) O crime no Brasil é ser pobre”. Assista

Por Redação

Foi realizado na última terça-feira (24), em São Paulo, o primeiro debate “Quebrando o Tabu”, do coletivo antiproibicionista que leva o mesmo nome. Divulgada a íntegra do vídeo da discussão, a fala de um dos participantes – o humorista e ator Gregório Duvivier – ganhou repercussão pela sinceridade e ironia. Em um dado momento, Duvivier assume que planta maconha em casa e ironiza o fato de a polícia até hoje não ter o prendido, tendo em vista que ele já havia tornado a informação pública em outras ocasiões.

“Eu tenho pé de maconha em casa. Eu falo isso todos os dias. Estou falando isso há um ano e estou esperando a polícia bater na minha casa e não bate. Inclusive, eu tenho dois pés de maconha já. Quem quiser e estiver no Rio, eu moro no Jardim Botânico”, confessou, explicando ainda, de forma bem humorada, que suas plantas são fruto de um cruzamento e que “dá uns camarões”.

Arrancando risadas dos presentes, o humorista continuou, explicando que não o prenderam até agora pois, no país, a criminalização que impera não é exatamente a da maconha, mas a da pobreza.

“A polícia não bate na minha casa. Já falei isso mil vezes. Por favor, me prendam. Não é proibido isso? Por que não me prendem? É porque sou branco, rico e moro no Rio de Janeiro (…) O debate é financeiro. Existe a criminalização da pobreza. Não é da maconha, não é do aborto. O crime no Brasil é ser pobre”, pontuou.

Além de Duvivier, participaram do debate ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o deputado federal Jean Wyllys, o médico Drauzio Varella e o político e médico Eduardo Jorge.

Assista abaixo o trecho do debate em que o humorista faz a declaração:

Gregorio Duvivier honra os óculos que veste. Assista o Debate Quebrando o Tabu inteiro aqui(valeu NOO) : https://youtube.com/watch?feature=youtu.be&v=pS7p2ecXOqs&t=7m55s

Posted by Quebrando o Tabu on Friday, 27 November 2015


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum