Fórumcast, o podcast da Fórum
31 de maio de 2016, 12h00

Israel quer discutir paz com a Palestina, diz Netanyahu

Israel está pronto para discutir a iniciativa de paz árabe, visando a atingir a pacificação do conflito com a Palestina, informou o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.

Israel está pronto para discutir a iniciativa de paz árabe, visando a atingir a pacificação do conflito com a Palestina, informou o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu

Por Agência Brasil

A proposta, que visa a acabar com o conflito árabe-israelense, foi adotada pela Líga Árabe em 2002. As nações árabes prometeram normalizar as relações com Israel, após o país se retirar de todos os territórios ocupados em 1967. A Iniciativa de Paz Árabe inclui elementos positivos que podem reanimar as negociações construtivas com os palestinos.

“Estamos prontos para discutir os ajustamentos à iniciativa com os países árabes, para que isso reflita as mudanças dramáticas que ocorrem na região desde 2002, mas mantendo o objetivo acordado da ‘solução de dois Estados’”, declarou o premiê no Parlamento na segunda-feira (30).

O político também reiterou seu apreço pelo presidente do Egito Abdel Fattah Sisi devido aos esforços conjuntos de renovação do processo de paz entre Israel e Palestina.

Cabe mencionar que Netanyahu já tinha feito declarações semelhantes, para diplomatas estrangeiros, pedindo à comunidade internacional que apoiasse o reinício de negociações diretas com a Palestina.

Veja também:  Preta Ferreira tem habeas corpus negado pela Justiça

A Palestina busca o reconhecimento de seu Estado independente nos territórios na Cisjordânia, incluindo Jerusalém Oriental, e na Faixa de Gaza – territórios ocupados por Israel desde 1967, na Guerra dos Seis Dias. Israel se recusa a reconhecer o Estado palestino como uma entidade independente, ao contrário de 136 dos 193 países membros da Organização das Nações Unidas (ONU), inclusive a Rússia e o Brasil.

Foto de capa: Kjetil Elsebutangen, UD


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum