Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
26 de março de 2017, 09h11

Jornalista vence ação e Folha é condenada por omitir seu nome em reportagem premiada

Renata Maneschy foi uma das autoras da reportagem “Boyhood Bolsa Família”, publicada em 2015, que ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo e o Grande Prêmio Folha. Seu nome, à princípio, constava nos créditos da matéria, mas foi retirado após ser demitida

Por Redação

O jornal Folha de S. Paulo foi condenado pela Justiça a pagar R$30 mil de indenização por danos morais à jornalista e diagramadora Renata Maneschy. O veículo omitiu o nome da jornalista como coautora da reportagem “Boyhood Bolsa Família”, publicada em 2015, que foi vencedora do Prêmio Esso e do Grande Prêmio Folha.

A decisão da juíza Daniela Mori, da 89ª Vara do Trabalho de São Paulo, também previa multa diária de R$10 mil caso a reportagem permanecesse sem os devidos créditos. “Não pode um meio de comunicação de notória importância no país, deturpar a verdade dessa forma”, escreveu a juíza em sua decisão.

À princípio, o nome de Renata até constava nos créditos da reportagem, mas foi retirado após ela ser demitida do veículo.

“Lembra Stalin, que manipulou fotos históricas para apagar o protagonismo do seu ex-companheiro Trotsky na Revolução Russa de 1917, somente porque se tornaram desafetos”, disse ao portal Comunique-se o advogado da jornalista, Kiyomori Mori.

“A ré (Folha) mencionou o nome da autora e depois, sem justificativa, não mais mencionou. Altera, dessa forma, a verdade dos fatos. Fatos importantes porque a reportagem recebeu, ao menos, dois prêmios. Conduta, no mínimo, reprovável num importante veículo cujo objeto é a informação”, completou a juíza na sentença.

A Folha de S. Paulo não se pronunciou sobre o caso, mas já colocou os créditos da jornalista na matéria.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum