Manuela D’Ávila denuncia ataque por simpatizante de Bolsonaro com a conivência da PF

“O problema é que ele voltou escoltado pela polícia. Eu estava tentando fotografá-lo, porque eles têm a obrigação de falar quem ele é, pois eu posso deduzir que ele é o carcereiro. Isso é muito grave”, critica Manuela

Manuela, em sua página no Facebook: “Quem é? Fez provocações e foi protegido por policiais. Queremos saber nome e RG” – Foto: Reprodução/Facebook

O senador Lindbergh Farias (PT) postou um vídeo em seu Twitter para denunciar que a deputada estadual e pré-candidata à presidência Manuela D’Ávila (PCdoB-RS), enquanto concedia entrevista, foi atacada por simpatizantes de Jair Bolsonaro, no acampamento de Curitiba, onde o ex-presidente Lula está detido, na superintendência da Polícia Federal.

“O agressor entrou escoltado por dois policiais na área da Polícia Federal, que não pode ser acessada sem identificação”, disse ele. A parlamentar pede a identificação do sujeito. “O problema é que ele voltou escoltado pela polícia. Eu estava tentando fotografá-lo, porque eles têm a obrigação de falar quem ele é, pois eu posso deduzir que ele é o carcereiro. Isso é muito grave”, critica Manuela.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Fazer jornalismo comprometido com os direitos humanos e uma perspectiva de justiça social exige apoio dos leitores. Porque se depender do mercado e da publicidade oficial de governos liberais esses projetos serão eliminados. Eles têm lado e sabem muito bem quem devem apoiar.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR