Maradona morreu por insuficiência cardíaca enquanto dormia, diz autópsia preliminar

Jonatan Espósito, filho de María Rosa, irmã de Maradona, foi a última pessoa a ver o craque com vida. Autópsia ainda detectou "coração com cardiomiopatia dilatada"

O jogador de futebol argentino Diego Armando Maradona morreu de insuficiência cardíaca e edema agudo do pulmão enquanto dormia, diz relatório preliminar da autópsia realizada no corpo do craque na noite desta quarta-feira (25).

Segundo informações do site Pagina 12, o relatório foi divulgado pela Procuradoria Geral de San Isidro, encarregado da autópsia, que detectou ainda “coração com cardiomiopatia dilatada” – uma dilatação ventricular do músculo cardíaco.

Maradona morreu enquanto dormia e o último a vê-lo com vida foi o sobrinho, Jonatan Espósito, às 23 horas da terça-feira. Filho de María Rosa, irmã do jogador, Jonatan estava na casa, no bairro de Vila Nova, no bairro de Tigre, em Buenos Aires, com a mãe, um auxiliar de enfermagem, um segurança, uma enfermeira e uma cozinheira.

Segundo nota do Ministério Público, por volta das 11h30 desta quarta-feira, o psicólogo Carlos Díaz e a psiquiatra de Maradona, Agustina Cosachov, chegaram à propriedade e foram os primeiros a entrar na sala do andar térreo da casa.

“Os dois se dirigiram verbalmente ao ex-jogador de futebol, que parecia estar dormindo e não respondeu, pediram que Esposito e o assistente de Maradona entrassem no quarto”, afirmam no relatório da promotoria.

“Eles tentam acordá-lo e sem observar, a princípio, a existência de sinais vitais, exigem a presença do enfermeiro e do psiquiatra, que realizam manobras de RCP sem sucesso”, afirma o comunicado.

Uma ambulância foi chamada e médicos tentaram reanimar Maradona com infeções de adrenalina e dopamina, sem sucesso. Logo depois, Sebastián Sanchi, assessor de imprensa de Maradona, divulgou a informações da morte do craque pelas redes sociais.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR