Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2020, 17h40

Marcelo Freixo discursa em Festival PT 40 anos e é chamado de “prefeito” por plateia petista

Deputado federal e provável candidato do PSOL à Prefeitura do Rio falou sobre a importância da união das esquerdas contra as ameaças do extremismo ao Brasil e à democracia

O deputado Marcelo Freixo (PSOL-RJ) - Foto: Reprodução/Twitter

O deputado federal Marcelo Freixo, provável candidato da esquerda à Prefeitura do Rio de Janeiro, esteve presente neste sábado (8) no Festival PT 40 Anos, em comemoração do aniversário de 40 anos do PT (Partido dos Trabalhadores), na Fundição Progresso, no Rio.

O principal tema do discurso de Freixo no evento foi a união das esquerdas a nível nacional, para enfrentar a atual conjuntura política do Brasil. “Precisamos buscar a unidade, porque a situação mudou, e mudou para pior (…) e nessa hora, é preciso ter a capacidade de não ficar na disputa de quem é maior que quem, e olhar um para o outro e saber que se não estivermos juntos nós não poderemos caminhar”.

Durante o evento, Freixo participou da mesa Unidade dos Progressistas Contra o Neoliberalismo e a Extrema-Direita, junto com a presidenta do PT, Gleisi Hoffman, além de Carlos Lupi (PDT), Manuela D´Ávila (PCdoB) e Carlos Siqueira (PSB).

<iframe src=”https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2FMarceloFreixoPsol%2Fvideos%2F166898791419712%2F&show_text=0&width=560″ width=”560″ height=”315″ style=”border:none;overflow:hidden” scrolling=”no” frameborder=”0″ allowTransparency=”true” allowFullScreen=”true”></iframe>

Em uma das declarações eloquentes de sua intervenção, Freixo fez um gesto aos anfitriões dizendo que “defender o PT não é algo que cabe somente aos petistas, e sim a todos que tem compromisso com a democracia”. Depois destacou que “é muito importante que, nesta data, a gente pode ter entre nós o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em liberdade, presente aqui, e essa também não é uma vitória só do PT”.

Finalmente, disse que a esquerda precisa fazer uma auto-crítica, mas não qualquer auto-crítica: “precisamos olhar os nossos erros com fraternidade, não para fazer uma auto-crítica que nos paralise, mas para fazer uma leitura dos nossos erros, todos nós, para poder contruir algo melhor”. E emendo: “a democracia que desejamos não está em nenhum lugar do nosso passado, está no futuro que nós vamos construir”.

Ao final, a plateia petista aplaudiu efusivamente a sua intervenção, e entoou forte o coro do “prefeeeeeito, prefeeeeeeito”. Diferente do que aconteceu em 2012 e 2016, neste ano, a provável candidatura de Freixo à Prefeitura do Rio deve contar com o apoio do PT.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum