O que o brasileiro pensa?
30 de junho de 2020, 17h03

Na última hora, Datena desiste, de novo, de ser candidato em São Paulo

É a terceira vez que o apresentador da Bandeirantes anuncia intenção de concorrer e depois pula fora, incluindo pré-candidatura ao Senado em 2018

Reprodução

O apresentador José Luiz Datena desistiu, mais uma vez, de disputar uma eleição depois de ter anunciado que iria concorrer. Ele tomou a decisão nesta terça-feira (30), ao entrar no ar para comandar o programa de rádio Manhã Bandeirantes.

Se entrasse no ar, a sua candidatura para prefeito de São Paulo estaria impedida. Segundo a legislação eleitoral, profissionais de rádio ou TV que pretendem ser candidatos só podiam estar no ar até a última segunda-feira (29).

A Bandeirantes já tinha escalado Juliano Dip para o rádio e Joel Datena para a TV, caso Datena levasse a candidatura adiante. Na última hora, Datena desistiu mais uma vez de virar político e “voltou” para o seu trabalho no grupo Bandeirantes.

Além do matutino na rádio, Datena comandará normalmente nesta terça o policial Brasil Urgente na televisão. A ideia de abrir mão da candidatura aconteceu após uma conversa com família, amigos e Johnny Saad, presidente do grupo Bandeirantes. O apresentador, porém, negou que tenha sido uma desistência.

“Eu não me lancei candidato a nada, como eu posso desistir? Como você não se lança candidato e desiste? Eu não entrei na disputa. Da outra vez [em 2018, para o Senado], eu entrei e saí. Dessa vez eu nem entrei, como eu posso desistir de candidatura? É porque hoje termina o prazo das pessoas falarem em rádio e televisão que querem se candidatar”, explicou Datena, no Manhã Bandeirantes.

“Como eu não quero me candidatar, eu já tô falando no rádio. Continuei seguindo minha vida. Eu nunca me lancei candidato a nada. Só da outra vez [em 2018], que eu fui pré-candidato, não significa ser candidato, mas eu desisti”, completou.

“Como eu não quero me candidatar, eu já tô falando no rádio. Continuei seguindo minha vida. Eu nunca me lancei candidato a nada. Só da outra vez [em 2018], que eu fui pré-candidato, não significa ser candidato, mas eu desisti”, insistiu Datena.

No entanto, mais adiante em sua explicação, o apresentador admitiu que pensou em entrar, mas resolveu “ficar fora”. “Agora eu nem entrei, como eu posso desistir de uma coisa que eu nem entrei? É impossível você desistir de algo que você não entrou na disputa. Eu resolvi ficar fora da disputa, deixa o pessoal disputar aí. Quem tem competência que ganhe”, disse.

As candidaturas de Datena

Em 11 de junho, José Luiz Datena anunciou que sairia candidato pelo MDB nas eleições municipais de São Paulo. Ele, porém, ainda não havia decidido se iria concorrer ao cargo de prefeito ou de vice-prefeito, na chapa de Bruno Covas, do PSDB. “Nunca roubei na minha vida. Posso não ser o melhor candidato, mas ladrão eu não sou”, afirmou, na ocasião.

Em 2018, Datena chegou a anunciar sua candidatura ao Senado, mas acabou recuando por não ter experiência na política. Em 2016, quando era filiado ao PP, o apresentador também chegou a cogitar disputar a prefeitura, mas voltou atrás.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum