O que o brasileiro pensa?
09 de janeiro de 2020, 10h53

No governo, Bolsonaro provoca fuga recorde de 44,7 bilhões de dólares em 2019

A fuga de capitais vem acompanhada ainda da queima de pelo menos outros US$ 10 bilhões em reservas cambiais, acumuladas sobretudo durante os governos do ex-presidente Lula, quando o Brasil chegou a registrar o ingresso de mais de US$ 87 bilhões, somente em 2007

Paulo Guedes e Bolsonaro. (Reprodução)

O propagado discurso de que com Paulo Guedes no ministério da Economia o Brasil retomaria a confiança dos investidores internacionais mostrou-se mais uma falácia do governo de Jair Bolsonaro, que bateu mais um recorde em 2019: o de fuga de capitais.

Segundo dados divulgados pelo Banco Central nesta quarta-feira (8), a retirada de dólares da economia brasileira em 2019 superou o ingresso de divisas em US$ 44,768 bilhões, ocasionando a maior fuga de capitais da série histórica, iniciada em 1982.

Bolsonaro superou com larga vantagem o recorde anterior, de 1999, quando Fernando Henrique Cardoso instituiu a livre flutuação cambial, que à época registrou fuga de US$ 16,1 bilhão.

A fuga vem acompanhada ainda da queima de pelo menos outros US$ 10 bilhões em reservas cambiais, acumuladas sobretudo durante os governos do ex-presidente Lula, quando o Brasil chegou a registrar o ingresso de mais de US$ 87 bilhões, em 2007.

Os números relativos à queima das reservas em 2019 ainda não foram fechados e pode representar uma redução ainda maior nos US$ 376,9 bilhões que haviam em caixa no mês de janeiro.

A entrada de dólares se dá quando investidores enviam dinheiro ao Brasil para pagar por compra de produtos brasileiros ou para realizar aplicações financeiras e investimentos em empresas, por exemplo.

O dólar sai quando esses investidores retiram recursos do Brasil para, normalmente, aplicar em outros países, ou para pagar pelas importações realizadas.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum