Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de fevereiro de 2020, 19h37

Padre Julio Lancelotti é ameaçado por PMs através de “recado”

Policiais da Mooca, ao agredir moradores de rua acolhidos pelo padre, mandaram dizer que "a hora dele vai chegar"

O padre Julio Lancelotti, conhecido por seu trabalho com a população de rua, tem sido constantemente ameaçado. Dessa vez, jovens acolhidos por ele foram agredidos por policiais, que enviaram um “recado” em tom de ameaça.

“A Mooca é um dos lugares da cidade em que a população de rua aumentou muito. 20% de toda a população de rua de toda a cidade de São Paulo está lá. Isso incomoda muito porque temos todos os dias um momento de convivência e de acolhimento aos moradores de rua. Perto há um centro comunitário que vai fazer 25 anos e que surgiu da nossa ação junto à população de rua”, contou o padre à Fórum. “Esses jovens foram agredidos à noite, como sempre acontece. Eles batem nas pessoas, fazem acusações, levaram para a delegacia. É uma verdadeira tortura contínua. Enquanto eles batiam, mandaram olhar para baixo e disseram: ‘vocês são protegidos daquele padre que defende bandido. Avisem a ele que a hora dele vai chegar’.”

Segundo Lancelotti, essas ameaças são recorrentes, tanto da GCM quanto da PM.  O recado é sempre mandado pelos jovens.

Dessa vez, o padre foi  à corregedoria da polícia acompanhado da advogada Juliana Hashimoto e dos jovens agredidos para fazer uma denúncia e reconhecimento fotográfico.

“Padre Julio recebe ameaças de todas as direções e é sempre muito difícil saber se alguma irá se concretizar. Mas vivemos num dos países mais perigosos para defensores de direitos humanos. As ameaças são recorrentes e ostensivas. A Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos mantém uma medida cautelar em favor do padre Julio e tentamos sempre comunicar os fatos novos”, disse a advogada Juliana Hashimoto. “Essa medida consiste essencialmente em comunicar o Estado Brasileiro de que a comunidade internacional tem ciência das ameaças e de que possivelmente o Estado Brasileiro não esteja tomando as devidas precauções para assegurar a integridade dele”, concluiu a advogada.

“Conversando com a Dra Juliana, concluímos que eles estão preparando alguma coisa. Não sabemos o que, mas estão”, disse o Padre Julio.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum