Fórumcast #19
24 de agosto de 2016, 09h44

PF prende presidente do PSDB de Goiás por desvio de dinheiro

Presidente da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) também foi preso; grupo teria desviado pelo menos R$ 4,5 milhões para pagamento de propinas e dívidas políticas.

Presidente da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago) também foi preso; grupo teria desviado pelo menos R$ 4,5 milhões para pagamento de propinas e dívidas políticas

Por Redação

Afrêni Gonçalves, presidente do PSBD em Goiás, e o ex-secretário da Fazenda do estado e atual presidente da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago), José Taveira Rocha, estão entre os presos pela Operação Decantação, que cumpre 120 mandados de prisão preventiva, condução coercitiva e busca e apreensão em pelo mais dois estados: São Paulo e Santa Catarina. A ação teve início na manhã desta quarta-feira (24).

A Polícia Federal investiga o grupo por desvio de recursos federais para o pagamento de propina e dívidas políticas. O valor movimentado chega a R$ 4,5 milhões. Pelo menos 300 policiais participam da operação. Ao todo, são 12 os mandados de prisão preventiva, 21 de condução coercitiva e 67 de busca e apreensão na sede do PSDB em Goiás e em sedes de empresas envolvidas no desvio ou beneficiadas pelo esquema.

A quadrilha agia com fraudes em licitação de uma empresa de consultoria por meio de dirigentes da Saneago. Os recursos desviados eram parte do Projeto de Aceleração do Crescimento (PAC) e de financiamento da Caixa Econômica Federal e do Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES).

Veja também:  Cadeia onde José Dirceu está preso tem motim e rebelião

Os envolvidos devem responder por cinco crimes, de acordo com sua participação: peculato (desvio de dinheiro), corrupção ativa, corrupção passiva, fraude em processo de licitação e organização criminosa. Oito servidores públicos foram afastados de seus cargos.

Foto: Reprodução

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum