Queiroz diz a advogado que ‘não quer e não tem o que delatar’

Interesse do ex-assessor de Flávio Bolsonaro em fazer delação premiada foi apontado na semana passada por fontes ligadas ao caso

O advogado Paulo Catta Preta questionou Fabrício Queiroz sobre a informação de que ele estaria negociando um acordo de delação premiada com os investigadores no caso da “rachadinha”. “Doutor, eu não quero delatar e não tenho o que delatar”, teria respondido o ex-assessor do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), de acordo com relato do defensor à coluna da jornalista Mônica Bergamo, na Folha de S.Paulo.

A informação de que uma delação estaria a caminho foi divulgada na semana passada. Na ocasião, Catta Preta, que é contra acordos de colaboração, disse não ter conhecimento de nada.

Na última segunda-feira (29) ele esteve na prisão com Queiroz e afirma que o questionou com clareza. “Disse a ele que, se fosse essa a opção, eu teria que sair do caso e indicar outro advogado. E ele me respondeu que era o contrário”, afirmou Catta Preta.

Amigo da família do presidente Jair Bolsonaro, Queiroz é apontado como o operador do esquema de corrupção no gabinete de Flávio, quando ele era deputado estadual no Rio, que consistia no desvio de parte dos salários da equipe.

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR