Fórum Educação
21 de janeiro de 2020, 19h01

Relator da ONU vai pedir explicações ao governo sobre denúncia do MPF contra Glenn

David Kaye acha "extremamente preocupante" que a medida possa fazer parte de um esforço para intimidá-lo, para que pare de exercer o jornalismo

Glenn Greenwald - Foto: Agência Brasil

A denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o jornalista Glenn Greenwald, uma clara tentativa de intimidação, provocou reação do relator da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre liberdade de expressão. David Kaye vai cobrar explicações do governo de Jair Bolsonaro, de acordo com informações da coluna de Jamil Chade, no UOL.

“Dado o papel de Greenwald como um jornalista cobrindo o governo brasileiro e questões políticas, eu acho extremamente preocupante que isso possa fazer parte de um esforço para intimidá-lo para que pare de fazer jornalismo”, declarou Kaye ao colunista.

Proteção

Em 2019, o relator já havia encaminhado uma carta a Bolsonaro, afirmando que o governo deveria proteger o jornalista. “É obrigação dos Estados instituir medidas eficazes de proteção contra ataques destinados a silenciar aqueles que exercem o seu direito à liberdade de expressão. Isto implica uma obrigação de se abster de tais ataques”, acrescentou.

A carta alertava, ainda, para o assédio sofrido por Glenn e seu companheiro, o deputado David Miranda (PSOL-RJ). O documento também denunciava ataques contra Leandro Demori, editor-executivo do The Intercept Brasil.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum