Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
08 de fevereiro de 2012, 19h05

“Se um outro mundo possível é com Barack Obama, então não há outro mundo”

A atual crise econômica resultará em uma saída socialista ou bastará uma maior intervenção do Estado para resolvê-la? Para o sociólogo belga Eric Toussaint, o momento atual exige uma resposta rápida da esquerda mundial.“É uma crise do sistema capitalista, não do modo neoliberal capitalista. E identificar isso é um ponto fundamental para definir uma estratégia de ação, que é um debate crescente no FSM”, argumenta..
Presente na mesa "A convergência das crises e a crise de civilização", Toussaint discordou ainda de um dos criadores do FSM, Oded Grajew, que declarou a um jornal do Pará que o presidente estadunidense Barack Obama poderia participar do Fórum e seria bem vindo. “Parece que existe uma confusão total sobre a caracterização do governo Obama, do tipo de crise que enfrentamos e da solução que a humanidade precisa”, pondera. “Se um outro mundo possível é com Barack Obama, então não há outro mundo. É necessário uma ruptura com o sistema capitalista, um retorno a mais regulação do Estado na economia é o que pretende quem quer salvar o capitalismo”, completa.
O sociólogo também criticou o fato da crise alimentar iniciada em 2007 ter tido tão pouco destaque de parte da mídia em relação à crise financeira. “Nos meios de comunicação do norte é a crise financeira que tem prioridade, mas para a maioria dos povos do sul é a alimentar, já queaa maioria da população mundial gasta 70% de seu salário para se alimentar. Passaram de 800 milhões pra mais de 960 milhões sofrendo fome no mundo e essa crise é ligada ao sistema capitalista”, esclarece.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags