#Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de abril de 2017, 17h25

Sindicato dos Professores da Rede Particular de Ensino de SP confirma participação na greve de 28 de abril

Assembleia contou também com a presença do Deputado Estadual Carlos Gianazzi (PSOL), que lembrou que a reforma da previdência é prejudicial especialmente às mulheres e professores

Por Breno Deffanti, colaborador da Rede Fórum

Em assembleia realizada no último sábado (8) o Sindicato dos Professores da Rede Particular de Ensino da cidade de São Paulo (SINPRO) confirmou a participação da categoria na greve do 28 de abril convocada pelas centrais sindicais contra a reforma da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização.

A assembleia ainda contou com  a presença do Deputado Estadual Carlos Gianazzi (PSOL-SP), que lembrou que a reforma da Previdência será especialmente prejudicial aos professores e as mulheres. O deputado, que também é professor, aproveitou para fazer um protesto contra o vereador Fernando Holiday (DEM), que vem promovendo perseguições e constrangimento aos professores da rede municipal dentro das escolas. O deputado do PSOL também anunciou que fez representações junto à corregedoria da Câmara Municipal e ao Ministério Público contra o vereador Holiday, por abuso de autoridade.

Além disso, foi aprovada uma moção de repúdio contra as perseguições aos partidos políticos de esquerda, dirigentes sindicais e lideranças do movimento operário e popular. Uma outra moção de repúdio foi aprovada contra o Movimento Brasil Livre (MBL), um dos principais propagandistas do Escola Sem Partido.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum