Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de janeiro de 2020, 17h15

Sonia Guajajara denuncia ataque a comunidade indígena Kaiowá

O vídeo de um incêndio foi publicado em sua rede social

 

Sonia Guajajara publicou hoje, em seu instagram, uma denúncia de ataques à comunidade indígena Laranjeira Nhanderu, da etnia Kaiowá, localizada no município de Rio Brilhante, no Mato Grosso do Sul.

“Na madrugada do dia 01/01, atearam fogo na casa de reza que está sendo construída no local, na noite do mesmo dia, dois pistoleiros entraram nas casas de algumas famílias”, escreveu Sonia.

Segundo relatos da comunidade, os agressores estavam armados e os indígenas temem novos ataques.

Nenhuma autoridade compareceu ao local.

Ver essa foto no Instagram

Uma das promessas de campanha de Jair Bolsonaro foi que “não sobraria um centímetro de terra para quilombolas ou indígenas”.

“Eu tenho falado que, no depender de mim, não tem mais demarcação de terra indígena”, disse Bolsonaro no final de 2018 ao apresentador José Luiz Datena. “Afinal de contas, temos uma área mais que a região Sudeste demarcada como terra indígena. E qual a segurança para o campo? Um fazendeiro não pode acordar hoje e, de repente, tomar conhecimento, via portaria, que ele vai perder sua fazenda para uma nova terra indígena”, disse.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum