Fórumcast, o podcast da Fórum
29 de novembro de 2013, 14h20

Spike Lee ataca Fifa por recusar Lázaro Ramos e Camila Pitanga

“Isso mostra quem realmente está no comando. Quando se trata de futebol, quem realmente manda nessa porra é a Fifa”, criticou o cineasta

“Isso mostra quem realmente está no comando. Quando se trata de futebol, quem realmente manda nessa porra é a Fifa”, criticou o cineasta

Por Redação

Fernanda Lima e Rodrigo Hilbert vão apresentar o sorteio da Copa do Mundo 2014 (Foto: Fifa.com)

De passagem pelo Brasil, o cineasta norte americano Spike Lee comentou a opção da Fifa de vetar os atores Camila Pitanga e Lázaro Ramos da apresentação do sorteio das chaves da Copa do Mundo 2014. “Isso mostra quem realmente está no comando. Quando se trata de futebol, quem realmente manda nessa porra é a Fifa, e a Fifa só está preocupada com a audiência”, afirmou o diretor à revista Rolling Stone.

No mesmo evento, o cantor Seu Jorge também comentou o caso. “A Fifa não age da mesma forma no Brasil como agiria em outros países. Isso jamais aconteceria nos Estados Unidos se eles escolhessem o Jay Z e a Beyoncé para apresentar algo assim”, afirmou o artista, que reclamou da forma como os negros são vistos no país da próxima Copa do Mundo. “O problema é que no nosso país preto não é bonito, preto tem ‘traços finos’. Ninguém admite a beleza negra.”

Veja também:  Onyx respondeu ação na Justiça por não pagar cuidadora da mãe

“A Fifa nunca vetou ninguém”

Em resposta às acusações de racismo, a entidade que gere o futebol mundial transferiu para a Rede Globo a responsabilidade sobre o veto.  “A Fifa nunca vetou ninguém, já que as propostas para os apresentadores são feitas pela agência GEO, em coordenação com a TV Globo.”

A Fifa afirmou que a escolha do casal Rodrigo Hilbert e Fernanda Lima se deu “principalmente, pela experiência positiva no lançamento da logo da Copa do Mundo da FIFA, em 2010”. Segundo a entidade, os dois foram selecionados após a GEO enviar uma lista com “diversos nomes.”


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum