Fórumcast, o podcast da Fórum
25 de julho de 2016, 12h23

Suplicy é preso em reintegração de posse

Ex-senador se deitou no chão para evitar que policiais avançassem sobre população desarmada em comunidade na Zona Oeste de São Paulo.

Ex-senador se deitou no chão para evitar que policiais avançassem sobre população desarmada em comunidade na Zona Oeste de São Paulo. Assista

Por Redação

O candidato a vereador Eduardo Suplicy (PT) foi detido durante uma reintegração de posse em um terreno próximo à rodovia Raposo Tavares. Ele foi levado para a 75ª DP, no Jardim Arpoador, na Zona Oeste de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (25).

O terreno desocupado pela Polícia Militar pertence à prefeitura de São Paulo. O local é perigoso, pois fica perto de um barranco. Porém, as famílias que moram lá afirmam que foram avisadas da reintegração, mas que não têm para onde ir.

A acusação da PM contra Suplicy é de “desobediência e obstrução à Justiça”. Moradores se revoltaram após uma bomba de gás lacrimogênio da PM atingir uma criança. Suplicy teria deitado no chão para evitar que os policiais avançassem sobre a comunidade.

A assessoria do ex-senador confirmou pelas redes sociais a informação de que ele foi detido. Suplicy é reconhecido em todo o país por ter um histórico de militância junto às causas sociais.

Veja também:  VÍDEO: Witzel comemora assassinato cometido por sniper como se estivesse em estádio de futebol

Foto de Capa: Jefferson Rudy/Agência Senado


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum