Notícias

Torcida do Colo-Colo declara guerra à contratação de Scolari, apoiador de Pinochet

Antifascistas De La Garra Blanca divulga nota de repúdio às negociações do técnico brasileiro com a equipe chilena: “Declaramos você pessoa não grata”

Compartilhar

A torcida organizada Antifascistas De La Garra Blanca, que reúne torcedores da equipe do Colo-Colo, do Chile, declarou guerra à possibilidade de a equipe contratar o técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari. Os fãs do time postaram, em suas redes sociais, uma nota de repúdio ao treinador, que fez elogios ao ditador sanguinário, general Augusto Pinochet.

Em nota, a torcida diz que está pronta para “declarar guerra à chegada de Scolari e de qualquer um que abrace práticas e ideias fascistas”.

Felipão afirmou, em entrevista à rádio Jovem Pan, em 1998, que “Pinochet fez muita coisa boa também”. Em relação aos muitos casos de tortura e morte no período da ditadura chilena, o brasileiro disse que “há determinados momentos que ou o pessoal se ajeita ou a anarquia toma conta”.

Veja a íntegra da nota:

Dizemos não ao fascismo no Colo-Colo

Causa-nos repulsa saber que Luiz Felipe Scolari está sendo pretendido pelos nefastos de branco e preto para ser técnico do nosso precioso clube. Um sujeito nefasto, que não teve vergonha de louvar o genocida Pinochet e de indicar que, às vezes, são necessárias violações de direitos humanos para se manter a ordem.
É isso que queremos para o Colo-Colo? Principalmente agora, que sob a tirania de Piñera mataram e mutilaram os nossos irmãos e irmãs, sob o mesmo pensamento colocado por este nefasto sujeito: a chamada ordem pública. Nós dizemos não! Não ao fascismo no Colo-Colo. Não ao pinochetismo no nosso clube, o nosso clube tem origens populares e rebeldes. Por isso, nunca as trajetórias e triunfos de alguém vão estar acima do seu pensamento, posição política e dos seus valores humanos. O Colo-Colo não deve ter nenhuma relação com quem defende a repressão contra um povo que só exige o que é justo e lhe foi tirado o direito a uma vida digna por décadas.
Desde o nosso coletivo, antifascistas da garra branca, vamos declarar a guerra à chegada de Scolari e de qualquer um que abrace práticas e ideias fascistas. Avisamos: Declaramos você pessoa não grata para o Colo-Colo e o povo do Chile. E vocês B$N, não passarão, por rir na cara do nosso povo.

Em uma entrevista à rádio Jovem Pan, de São Paulo, “Felipão” opinou sobre o ex-comandante do Exército, que naquela época era senador vitalício e se encontrava preso em Londres.
“Pinochet fez muitas coisas boas. Arrumou muitas coisas, as pessoas estavam muito bagunçadas, fizeram mais coisas boas do que más”, apontou Scolari.
Mas isso não foi tudo, já que o técnico abordou as denúncias por violações aos direitos humanos, garantindo que “em certos momentos, as pessoas se ordenam ou se torna anarquia”.
A admiração de Scolari por Pinochet foi destacada durante o encontro entre a seleção chilena e a brasileira, no Mundial de 2014. Por esses anos, também se falou do caráter forte e autoritário que Scolari tinha em relação a seus jogadores.

Este post foi modificado pela última vez em 1 mar 2020 - 06:57 06:57

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Por
Redação

Última hora

  • Brasil

Negacionista, Olavo de Carvalho é diagnosticado com Covid-19 e cancela aulas

Há um ano, o Twitter apagou uma publicação do perfil do guru bolsonarista e limitou as…

16 jan 2022 - 21:19
  • Brasil

Caso Adélio: Bolsonaro fez reunião secreta com investigadores para tentar culpar esquerda

Desesperado com os resultados das pesquisas de intenções de voto, que mostram sua desidratação, Bolsonaro…

16 jan 2022 - 20:35
  • Opinião

Comprovante de vacilação – Por Lelê Teles

Antônio Risério pendurou na Folha um artigo de lixo em que, entre torções, distorções e…

16 jan 2022 - 19:50
  • Brasil

Homenagem da ONG Rio de Paz a PMs e crianças mortos pela violência é destruída

Placas com os nomes das vítimas, que estão no local desde 2015, foram arrancadas, assim…

16 jan 2022 - 18:56
  • Política

Gleisi Hoffmann rebate mentiras de Ciro Nogueira sobre Bolsonaro: “Cai na real”

Em artigo no jornal "O Globo", ministro da Casa Civil defende a continuidade de um…

16 jan 2022 - 18:05
  • Cultura

Atriz Françoise Forton morre aos 64 anos no Rio de Janeiro

Ela fazia tratamento para um câncer e estava internada há quatro meses em uma clínica.…

16 jan 2022 - 17:01