Notas Internacionais

por Ana Prestes

18 de dezembro de 2019, 15h12

Trump diz que processo de impeachment é tentativa de golpe

O presidente norte-americano afirmou, ainda, que o FBI é “totalmente incompetente e corrupto”

Donald Trump - Foto: Reprodução

– A FSP desta quarta (18) traz artigo de Arthur Cagliari, que cita dados do Insper e demonstra as perdas comerciais que o Brasil pode vir a ter com o fim da guerra comercial entre EUA e China. Segundo Marcos Jank, mencionado no artigo, coordenador do Insper Agro Global, “os chineses podem criar um sistema preferencial para os Estados Unidos, como o de milho, arroz e etanol”. A carne de frango e o algodão, vendidos pelo Brasil para a China, também podem ser atingidos. No caso da carne de frango, o produto brasileiro domina o mercado chinês há quase uma década. De 2017 para 2018, as exportações de produtos agrícolas brasileiros passaram de 26,6 bilhões de dólares para 35,4 bilhões. São quase 10 bilhões que o Brasil pode vir a perder novamente.

– Trump escreveu uma carta para a presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi. Entre outras coisas diz: “Este processo (impeachment) nada mais é do que uma tentativa de golpe, ilegal, movido por uma derrota nas urnas (…) a história vai julgá-los de forma dura se seguirem com essa palhaçada”. Na carta, ele também diz que o FBI é “totalmente incompetente e corrupto”. E completa dizendo que “vocês são os que estão interferindo nas eleições do próximo ano”.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

– Em seus primeiros dias de mandato, o novo presidente da Argentina, Alberto Fernández, enviou um plano de emergência econômica para o Congresso. Os debates sobre o plano devem ir até 31 de dezembro na Câmara dos Deputados e depois vão ao Senado. Entre as medidas está o pagamento de um bônus de 5 mil pesos (cerca de 350 reais) para aposentados e pensionistas em dezembro e janeiro. Outra medida que deve gerar bastante debate é a redução de tarifas para investimentos na Argentina. O país ainda está sem orçamento aprovado para 2020 e há divergências com os macristas se Fernández poderá fazer alterações no plano orçamentário elaborado pelo governo que cessou.

– Um possível rompimento diplomático entre EUA e Cuba voltou à tona. Segundo Carlos Fernandes Cossio, diretor-geral para assuntos dos Estados Unidos para o Ministério das Relações Exteriores de Cuba, “há pessoas poderosas no governo dos Estados Unidos que querem aplicar medidas cada vez mais hostis e cortar nossas relações bilaterais. (…) Se isso vier a acontecer, estamos prontos para enfrentar a realidade, mas isso não é o que o povo de Cuba quer e não é o que o governo cubano está buscando”.

– A China já tem seu segundo porta-aviões de fabricação 100% nacional. O nome do navio é Shandong e sua inauguração ocorreu em uma cerimônia na base naval da cidade de Sanya, na ilha de Hainan, ao sul do país, com a presença do presidente Xi Jinping. A entrada em funcionamento do porta-aviões vem em um período de aumento da tensão entre países asiáticos pelo controle do Mar do Sul da China. Os americanos têm frequentemente enviado navios de guerra para a região, especialmente para a costa de Taiwan, em nome de uma “liberdade de navegação”. Hoje, os EUA possuem 11 porta-aviões, a China tem 2 e Rússia, França, Índia e Reino Unido possuem um cada. (Com informações da AFP).

*Este artigo não reflete, necessariamente, a opinião da Revista Fórum.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum