Fórumcast, o podcast da Fórum
17 de junho de 2015, 14h44

Universidade no Canadá lança curso sobre Beyoncé

De acordo com a instituição, aulas focalizarão a análise das estratégias de marketing adotadas pela artista, bem como seu discurso, que será destrinchado por meio de teorias feministas e de crítica racial; essa não é a primeira vez que a cantora pauta a Academia.

De acordo com a instituição, aulas focalizarão a análise das estratégias de marketing adotadas pela artista, bem como seu discurso, que será destrinchado por meio de teorias feministas e de crítica racial; essa não é a primeira vez que a cantora pauta a Academia

Por Redação

A Universidade de Waterloo, instituição pública localizada na província canadense de Ontario, acaba de anunciar um curso cujo principal objeto de estudo é a carreira da cantora norte-americana Beyoncé Knowles. O projeto foi idealizado pelo departamento de artes e comunicação do estabelecimento de ensino.

De acordo com a universidade, as aulas focalizarão a análise das estratégias de marketing adotadas pela artista, bem como seu discurso, que será destrinchado por meio de teorias feministas e de crítica racial. Videoclipes de seu último disco, intitulado “Beyoncé”, também serão estudados.

Essa não é a primeira vez que a cantora pauta a Academia. Segundo a revista Viagem e Turismo, em 2012, a Universidade do Estado de Nova Jersey, nos EUA, lançou um curso em que políticas de gênero e raça do país foram discutidas por meio da figura de Beyoncé.

A previsão é de que as aulas se iniciem no próximo outono do Hemisfério Norte, ou seja, entre os meses de setembro e outubro. Qualquer aluno da instituição pode participar.

(Foto: Reprodução/Facebook)

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum

#tags