Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de junho de 2012, 10h25

USP: Formar elites ou promover a justiça social?

Ao opor formação de uma elite e justiça social, o docente em questão coloca justamente a ideia de que elitismo não combina com justiça social. Em outras palavras, a manutenção de hierarquias – e, portanto, de privilégios – é legítima para o funcionamento da atual ordem

Ao opor formação de uma elite e justiça social, o docente em questão coloca justamente a ideia de que elitismo não combina com justiça social. Em outras palavras, a manutenção de hierarquias – e, portanto, de privilégios – é legítima para o funcionamento da atual ordem

Por Dennis de Oliveira 

A luta pela implementação de cotas na Universidade de São Paulo já está tendo um ganho: forçar os contrários à implementação destas medidas a se exporem publicamente e apresentar suas opiniões.

O Núcleo de Consciência Negra da USP (NCN-USP) está realizando uma série de debates nas unidades da universidade para discutir a questão. Em várias delas, há a participação de pessoas vinculadas à administração da universidade que apresentam os argumentos de serem contrários às cotas: a questão do mérito medido pelo vestibular, o risco de queda de qualidade, entre outros.

Continue lendo aqui.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum