Venezuela enviará diesel à Palestina como parte de novos acordos de cooperação bilateral

Presidente venezuelano também anunciou o desenvolvimento de centros para programas sociais no território palestino

Presidente venezuelano também anunciou o desenvolvimento de centros para programas sociais no território palestino      

Por Opera Mundi

A Venezuela e a Palestina assinaram convênios, nesta sexta-feira (16/05), para estreitar a cooperação bilateral. Em reunião entre o presidente Nicolás Maduro e seu par da ANP (Autoridade Nacional Palestina), Mahmoud Abbas, decidiu-se que Caracas enviará diesel à Palestina.

“Nasceu a Petropalestina, que é a aliança entre a PDVSA [estatal petrolífera da Venezuela] e a Palestina”, afirmou o chefe de Estado venezuelano, no Palácio de Miraflores, em referência ao contrato para fornecimento de combustível, que segundo ele tinha sido conversado entre Abbas e o falecido presidente Hugo Chávez.Com a assinatura, se concretizará um primeiro carregamento de 240 mil barris de diesel e petróleo para cobrir a demanda palestina de combustível, segundo a AVN (Agência Venezulana de Notícias). Maduro também disse que um convite será feito para que a Palestina seja observadora especial em mecanismos de cooperação como Petrocaribe e Alba (Aliança Bolivariana para os Povos de Nossa América).

“São mecanismos que respondem a problemas concretos do povo: educação, saúde, alimentação, energia, economia e comércio. Identifica problemas, assuntos vitais, e os trabalhamos entre todos, com cada um colocando o que tem de fortaleza e ajudando-nos em nossas debilidades”, disse ele, afirmando que dessa forma a Palestina poderia participar de cooperações nas áreas social, cultural e energética.

Outro dos convênios assinados tem como objetivo evitar a dupla tributação e prevenir a evasão fiscal para facilitar as relações comerciais entre os Estados. Neste sábado, Abbas deve ser reunir com empresários palestinos na Venezuela.

Em sua terceira visita oficial a Caracas para reunião bilateral, Abbas agradeceu ao país latino-americano por “apoiar a Palestina” e ajudar a romper o monopólio de Israel sobre sua economia. “Obrigado à Venezuela por sua resposta às nossas necessidades”, disse, afirmando que há mais de um ano se decidiu a conformação do comitê ministerial venezuelano-palestino que preparou os acordos.

Maduro destacou que um centro palestino-venezuelano está em construção, como parte da Misión Milagro (programa social oftalmológico), e disse que estes centros de saúde binacionais vão se multiplicar. Ressaltou a presença de palestinos entre os estudantes da Elam (Escola Latinoamericana de Medicina) e o “compromisso histórico da pátria venezuelana com a causa palestina”.

Foto: Governo da Venezuela

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Em 2021, escolha a Fórum.

Todos os dias Fórum publica de 80 a 100 matérias desde às 6h da manhã até à meia-noite. São 18h de textos inéditos feitos pela equipe de 10 jornalistas da redação e também por mais de três dezenas de colaboradores eventuais.

E ainda temos 3 programas diários no YouTube. O Fórum Café, com Cris Coghi e Plínio Teodoro, o Fórum Onze e Meia, com Dri Delorenzo e este editor, e o Jornal da Fórum, com Cynara Menezes. Além de vários outros programas semanais, como o Fórum Sindical, apresentado pela Maria Frô.

Tudo envolve custos. E é uma luta constante manter este projeto com a seriedade e a qualidade que nos propomos.

Por isso, neste momento que você está renovando suas escolhas e está pensando em qual site apoiar neste ano, que tal escolher a Fórum?

Se fizer isso, além de garantir tranquilidade para o nosso trabalho, você terá descontos de no mínimo 50% nos cursos que já temos em nossa plataforma do Fórum Educação.

É fácil. Clique em apoiar e escolha a melhor forma de escolher a Fórum em 2021.

Renato Rovai
Editor da Revista Fórum

APOIAR