ELEIÇÕES 2022

Patriotas: Bolsonaro entrega Amazônia pra Musk e bolsonaristas celebram

O presidente deve ir ao encontro do bilionário em um hotel localizado em Boa Vista e, além de tratar de questões referentes a floresta brasileira, o Twitter também deve entrar na pauta do almoço

Patriotas: Bolsonaro entrega Amazônia pra Musk e bolsonaristas celebram.Créditos: Agência Brasil
Escrito en POLÍTICA el

Elon Musk chega no Brasil na manhã desta sexta-feira (20) e o presidente Bolsonaro (PL) deve ir ao seu encontro no Hotel Fasano Boa Vista. 

A vinda de Musk ao país foi divulgada pelo ministro das Comunicações, Fabio Faria, em suas redes sociais. 

Mas, por que Musk vem ao Brasil? Segundo o próprio ministro das Comunicações, o empresário que é dono da Tesla e da Space X, vem ao país para "tratar com o governo brasileiro sobre Conectividade e Proteção da Amazônia". 

O encontro entre Bolsonaro e Musk deve ocorrer na hora do almoço e a hoste de apoiadores do presidente trata tal reunião como um grande acontecimento e aproveitam para fustigar a esquerda com o clássico "chora". 

A pauta divulgada é o interesse de Musk em instalar satélites na Amazônia, mas, o presidente possui outro: Twitter.

Apesar da venda da rede social para o dono da Tesla estar suspensa, sabe-se que Bolsonaro e herdeiro coadunam em teses autoritárias e de extrema direita. 

Além disso, cabe lembrar que Elon Musk já declarou que, sempre que necessário vai apoiar golpes "onde for necessário" para impedir governos de esquerda. 

Tanto Musk quanto Bolsonaro, e todas as outras figuras da extrema direita, alardeiam que a sua liberdade de expressão é tolhida. Aliás, é esse o tuite de Musk que postou a caminho do Brasil.

“Os ataques contra mim devem ser vistos através de uma lente política – este é o seu manual padrão (desprezível) – mas nada me impedirá de lutar por um bom futuro e seu direito à liberdade de expressão”, escreveu Musk.

Mas, o que chama atenção é que durante todo o seu governo o presidente defendeu que a Amazônia é um problema do Brasil, principalmente quando governos estrangeiros o criticaram por causa das queimadas e desmatamentos das florestas. 

Porém, com a repercussão dos bolsonaristas nas redes, o que se nota é que não há patriotismo algum, mas sobra infantilidade, adoração a bilionários e intenções golpistas.