Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de fevereiro de 2019, 07h20

Advogados ligados a Lula vão à ONU denunciar chantagem sobre ministros do STF

Para eles, tais pressões podem comprometer a integridade das decisões do tribunal, em especial nos julgamentos de Lula

O ministro do STF, Gilmar Mendes (Foto: Arquivo)

De acordo com a coluna de Mônica Bergamo, advogados ligados ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva querem levar à ONU as denúncias do ministro do STF (Supremo Tribunal Federal), Gilmar Mendes, de que magistrados da Corte estão sendo chantageados por “milícias” institucionais de órgãos de investigação.

Para os advogados, tais pressões podem comprometer a integridade das decisões do tribunal, em especial nos julgamentos de Lula.

Eles dizem que ministros como Mendes, que está sofrendo investigação da Receita Federal, não se curvam às pressões —mas o mesmo não ocorreria com outros magistrados.

Lula será consultado na próxima semana sobre a iniciativa.

Gilmar Mendes

Em longa entrevista aos jornalistas Guilherme Amado e Daniela Pinheiro, da Revista Época, divulgada nesta quinta-feira (21), o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes faz graves acusações sobre o que ele chama de institucionalização de milícias, diz que auditores da Receita Federal fazem “pistolagem” para outras instituições, critica os procuradores da Lava Jato – em especial Deltan Dallagnol, que estariam acuando Raquel Dodge e afirma que um ministro do STF é alvo de chantagens por uma das grandes operações investigativas em curso no país.

Artigo de Moro

Artigo do ex-juiz de primeira instância e atual ministro da Justiça, Sérgio Moro, lançado no livro coletânea “Corrupção: Lava Jato e Mãos Limpas”, que chega às livrarias nesta sexta-feira (22), parece corroborar com a entrevista à Folha do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, publicada nesta quinta-feira (21).

Mendes fez graves acusações sobre o que ele chama de institucionalização de milícias, diz que auditores da Receita Federal fazem “pistolagem” para outras instituições, critica os procuradores da Lava Jato – em especial Deltan Dallagnol, que estariam acuando Raquel Dodge e afirma que um ministro do STF é alvo de chantagens por uma das grandes operações investigativas em curso no país.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum