Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de julho de 2019, 06h52

Alexandre Frota diz que PSL abriga “milícia de ex-PMs” e Major Olímpio aciona conselho de ética

Tuítes de Frota com críticas ao partido e ao governo Jair Bolsonaro pode levar ex-ator a expulsão do PSL

Foto: Reprodução

As postagens do deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) no Twitter tem gerado irritação em parte do PSL. Crítico do governo, Frota pode ser levado ao conselho de ética do partido por algumas de suas colocações na rede social. O senador Major Olímpio (PSL-SP) abriu representação interna contra Frota nesta segunda-feira (29) e ainda disse que vai processá-lo por danos morais.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Segundo Daniela Lima, da coluna Painel, da Folha, uma sequência de tuítes publicada na semana passada é o pivô do conflito com o senador bolsonarista. Nos posts ele denuncia que “uma milícia de ex-PMs” se instalou na legenda e que ia mostrar que não estava sozinho junto de Joice Hasselman (PSL-SP).

“Outra coisa Major até hoje estamos esperando a prestação de contas do Psl SP antes durante e depois da eleição. O Sr deixou 43 diretórios com sérios problemas estamos na liminar até hoje. Fora a sua milicia De ex PMs em cada lugar que passo tem um Coronel que é dono do Psl”, publicou no dia 22 de julho.

Essa não foi a primeira nem a última vez que o deputado usou a rede social para criticar o partido ou o governo. Nesta terça-feira ele republicou críticas ao presidente Jair Bolsonaro pela fala contra o pai do presidente da OAB, Felipe Santa Cruz.

Uma das figuras que vem sendo exaltada na rede social do deputado é João Dória, governador de São Paulo. Há fortes especulações sobre a ida dele para o partido dos tucanos e a representação no Conselho de Ética do PSL pode aumentar as possibilidades.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum