Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de fevereiro de 2019, 15h37

Alexandre Frota diz que quer Queiroz preso e espreme laranja na tribuna

O ex-ator pornô, que é do PSL, disparou sua metralhadora giratória contra o PT, o PSOL, o PCdoB e sobrou até para o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, e o seu partido: "Laranja podre do PSL será esmagada"; assista

Foto: Reprodução/Twitter

O deputado federal Alexandre Frota (PSL-SP) subiu à tribuna do plenário da Câmara nesta quinta-feira (14) e disparou uma “metralhadora giratória” contra partidos de esquerda e até mesmo contra o seu partido, mesma legenda do presidente Jair Bolsonaro.

Logo no início do discurso, em meio a ataques ao ex-presidente Lula e ao PT, o ex-ator disse que quer Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, preso. “Eu também quero o Queiroz preso, e aí? Agora, vocês querem o Lula preso? Não. Essa é a nossa diferença”, afirmou. Queiroz é investigado no Ministério Público Federal (MPF) do Rio de Janeiro por movimentações financeiras atípicas, inclusive com repasses a outros assessores de Flávio e a primeira-dama Michelle Bolsonaro.

Frota prosseguiu disparando contra políticos progressistas, como Ivan Valente (PSOL-SP), a quem chamou de “vovô Smurf”, até, finalmente, disparar contra o seu próprio partido. “Laranja podre do PSL será esmagada”, disse, espremendo uma laranja na tribuna.

O tema “laranja” tem sido motivo de crise no PSL. Além de Fabrício Queiroz, que é tido como um “laranja” da família Bolsonaro, o governo foi atingido em cheio nesta semana por conta das revelações de candidaturas de fachada em Pernambuco e Minas Gerais. O caso gerou atrito entre o próprio presidente Jair Bolsonaro, e o ex-presidente da legenda, Gustavo Bebianno, que atualmente é ministro da Secretaria-Geral da Presidência.

Assista.

 

 

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum