Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de julho de 2019, 09h30

Alvo de processo de Bolsonaro, Lula Marques é parado por agentes da PF: “Medo é para os covardes e não vão intimidar”

Fotojornalista, que é alvo junto com a Fórum em um processo movido por Jair e Eduardo Bolsonaro, foi parado por agentes da Polícia Federal nesta sexta-feira (26) e chamado de "boçal"

Foto: Lula Marques

“Eu já encarei todo tipo de polícia nos meus mais de 40 anos de profissão. Medo é para os covardes e não vão intimidar” escreveu o fotojornalista Lula Marques na sua conta do Twitter nesta sexta-feira (26). O fotojornalista conta que foi abordado por agentes da Polícia Federal. “Meninos com metralhadoras na mão. Fui chamado de borçal por 1 agente”, tuitou.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

Lula Marques, um dos fotojornalistas mais respeitados do país, juntamente com a Fórum é alvo de um processo movido por Jair Bolsonaro e pelo seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

O motivo do processo é uma foto feita por ele em fevereiro de 2017 e publicada pela revista de uma conversa de WhatsApp entre Bolsonaro e Eduardo, realizada no plenário no dia da votação para o presidente da Câmara. Em um dado momento o pai diz que não vai visitar o filho na Papuda. Na ação, pai e filho pedem indenização “por uso abusivo de imagem e violação de privacidade e conduta difamatória”.

Em entrevista para a Fórum no começo deste ano, Marques fala sobre a diferença entre violação de privacidade e fotojornalismo. “Fotojornalismo é interesse público. Eu não estou aqui brincando. Estou fazendo notícia. E homem público em local público, não tem esse papo de censura. Se eu subir no muro da Granja do Torto e fizer uma foto do Bolsonaro com a Michelle, os dois de roupa de banho, isso é invasão de domicílio. Agora, dentro de um local público, não”.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum