Fórumcast, o podcast da Fórum
20 de fevereiro de 2018, 09h34

Anotações comprovam que ex-procurador preparou a delação da JBS

Aécio foi grampeado por Joesley em 24 de março. Na conversa, pediu R$ 2 milhões ao empresário. Neste dia, Miller disse ter trabalhado 12h para a JBS

O ex-produrador Marcello Miller. Foto: Divulgação

De acordo com informações do Painel, da Folha, Marcello Miller organizou o material que, apresentado à PGR, selou a delação da JBS. A informação consta em registros feitos pelo ex-procurador. Em anotação sobre 27 de março de 2017, ele diz: “reunião Fernanda e preparação do material para reunião com o MPF”. Fernanda é Fernanda Tórtima, advogada que assina a colaboração dos Batistas. No dia seguinte, 28, Joesley entregou seu grampo com Aécio Neves (PSDB-MG) e firmou termo de confidencialidade com Rodrigo Janot.

A agenda de trabalho de Miller está em mensagens enviadas por ele à advogada Esther Flesch, que o levou para o escritório Trench Rossi Watanabe. Quando participou da reunião sobre a delação, ele ainda estava na PGR.

Aécio foi grampeado por Joesley em 24 de março. Na conversa, pediu R$ 2 milhões ao empresário. Neste dia, Miller disse ter trabalhado 12h para a JBS. Naquele mês, quando ocorreu a maioria das gravações dos delatores, o ex-procurador registrou um total de 149,5 horas dedicadas ao grupo.

“A defesa de Marcello Miller esclarece que ele não orientou pessoa nenhuma a fazer tais gravações, nem soube que elas seriam feitas”, disse a assessoria do ex-procurador em nota. “As atividades preparatórias de Miller no período não envolveram qualquer gravação”.

Veja também:  Vídeo: Alexandre Frota agradece Rodrigo Maia por filiação ao PSDB e ambos choram

 


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum