Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de outubro de 2019, 08h21

Antibolsonaristas do PSL querem auditar contas de evento de extrema-direita organizado por Eduardo

Deputados reclamam que conferência custou mais de R$ 1 milhão aos cofres da sigla e teria servido de palanque ao bolsonarismo

Reprodução/Redes sociais

De acordo com a repórter Daniela Lima, da Folha de S. Paulo, um grupo de deputados do PSL fará pedido formal à direção do partido para que sejam detalhados os gastos da conferência de extrema-direita CPAC (Conservative Political Action Conference), organizada por Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) neste final de semana em São Paulo.

Representantes da ala do PSL que faz frente ao presidente Jair Bolsonaro, deputados disseram que vão cobrar transparência sobre o uso do fundo partidário para bancar o evento. Segundo esses parlamentares, a conferência custou mais de R$ 1 milhão aos cofres da sigla e teria servido de palanque ao filho do presidente, assim como ao bolsonarismo em geral.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum