#Fórumcast, o podcast da Fórum
14 de outubro de 2019, 17h31

Apoiador de Bolsonaro, Silvio Santos “desconhece” golpe militar de 1964 em prorgrama

Apresentador disse que, para ele, o episódio que aconteceu em 31 de março de 1964 só poderia ser a "proclamação da República"

Flávio e Eduardo Bolsonaro com o apresentador Silvio Santos (Reprodução/Twitter )

O apresentador Silvio Santos voltou a causar polêmica, neste domingo (13), durante seu programa “Bolsa Família”, no SBT. Em um jogo de perguntas e respostas, o dono da emissora leu uma questão sobre o que aconteceu no dia 31 de março de 1964 no Brasil.

As opções de respostas lidas por Silvio eram as seguintes: “massacre popular”, “a proclamação da República”, “um golpe militar” e “eleições diretas”. Os participantes do programa não sabiam, exatamente, qual era a resposta correta e o apresentador, por sua vez, se fez de desentendido. A única opção de resposta correta, obviamente, seria “golpe militar”.

“Senhor diretor, isso aqui é um programa moderno. Como é que a gente vai saber o que se passou há 55 anos?”, disparou Silvio, ao que o diretor respondeu: “É história do Brasil.” Silvio, no entanto, disse acreditar que se trata de “questão de opinião”. “Na minha opinião, só pode ser a proclamação da República”, afirmou. Quando o diretor disse que a resposta era golpe militar, então, o apresentador completou: “Golpe não é comigo”.

Silvio Santos é apoiador declarado de Jair Bolsonaro, que nega o golpe militar.

De acordo com o jornalista Mauricio Stycer, no entanto, a pergunta que causou polêmica no programa do SBT foi previamente autorizada e pensada por Silvio.

“Como o blog foi informado, é o próprio Silvio Santos que faz as perguntas deste e de outros quadros. E, na véspera das gravações, recebe o roteiro em casa e faz as mudanças que entende como necessárias. Ou seja, não houve surpresa alguma para Silvio na pergunta. Apesar de toda a bajulação nos últimos onze meses, o apresentador e dono do SBT quis dizer que pensa diferente de Bolsonaro sobre o que aconteceu em 31 de março de 1964”, ponderou o jornalista em seu blog.

 

 

Silvio Santos, Bolsonaro e polêmicas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum