Após bate-boca, Zambelli diz que Calheiros “fica nervosinho quando o depoente não bate no Bolsonaro”

"Está claro que estou certa. Renan Calheiros ameaçou com todas as letras o Fabio de prendê-lo", disse Carla Zambelli para justificar a ida ao Senado

Após invadir a CPI do Genocídio, no Senado, na manhã desta quarta-feira (12) para defender o ex-secretário de Comunicação da Presidência da República, Fabio Wajngarten, a deputada Carla Zambelli (PSL-SP) foi às redes sociais e disparou contra o relator, Renan Calheiros (MDB-AL), que ameaçou prender o ex-assessor de Jair Bolsonaro.

Notícias relacionadas

“Sinceramente não acho que o governo precise ser defendido, pois está claro que esta CPI é 100% suspeita, a começar pelo relator, por óbvio, e o presidente, que fica nervosinho quando o depoente não bate no @jairbolsonaro. Ameaça de prisão recorrente é o mínimo que se vê aqui”, tuitou.

A deputada bolsonarista diz ainda que a ameaça de Calheiros motivou sua ida à CPI.

“Está claro que estou certa. @renancalheiros ameaçou COM TODAS AS LETRAS o Fábio de prendê-lo”, afirmou.

Avatar de Plinio Teodoro

Plinio Teodoro

Jornalista, editor de Política da Fórum, especialista em comunicação e relações humanas.